NOTÍCIA
FUNDO AMBIENTAL: EDUCAÇÃO AMBIENTAL - PROMOVER O USO EFICIENTE DA ÁGUA


O Fundo Ambiental lançou um novo Aviso que apoiará medidas que visem promover operações (programas, projetos, ações, campanhas) de Educação Ambiental, incentivando a sua replicação por outros agentes ou regiões e fomentando a criação de parcerias como forma de promover o uso eficiente da água.

ENCERRAMENTO 

Até às 18:00 horas do dia 22 de Abril de 2018

BENEFICIÁRIOS 

— Administração direta, indireta e autónoma

— Setor Empresarial do Estado e Local

— Estabelecimentos de Ensino

— Universidades e Institutos Politécnicos

— Centros de Investigação

— Empresas independentemente da sua forma jurídica

— Associações e Fundações

— Organizações Não Governamentais de Ambiente e equiparadas

COFINANCIAMENTO

70 % para Administração direta, indireta e autónoma e Associações e Fundações, incidindo sobre o total das despesas elegíveis, com cofinanciamento limitado a € 50.000,00€ por operação.

95 % para Organizações Não Governamentais de Ambiente e equiparadas, incidindo sobre o total das despesas elegíveis, com cofinanciamento limitado a € 50.000,00€ por operação.

DOTAÇÃO DO FUNDO 

500.000,00 €

 

Objetivos específicos:

  • Realizar projetos de Educação Ambiental (sensibilização e formação) dirigidos aos diversos setores económicos, nomeadamente agricultura, indústria e turismo, para a adoção de práticas mais sustentáveis, no uso eficiente da água, com especial enfoque na redução dos consumos;

  • Dinamizar programas, atividades e campanhas de Educação Ambiental, incluindo, nomeadamente a promoção de boas práticas e iniciativas meritórias no uso eficiente da água e redução de consumos dirigidas aos cidadãos;
  • Contribuir para um diálogo aberto, crítico e reflexivo sobre os novos desafios ambientais, designadamente a promoção de uma nova atitude relativamente à valorização do recurso água;
  • Fomentar a criação de valor, políticas e práticas ambientais mais sustentáveis, promovendo a alteração de comportamentos, individuais e coletivos.

Áreas chave:

As operações a apoiar devem contemplar iniciativas imateriais com abordagem inovadora e impacto reconhecido no domínio da Educação Ambiental, nas seguintes áreas chave:

  • Valorizar o Território: fomentar uma cultura cívica territorial que considere o ordenamento do território e a conservação e valorização do património — natural, paisagístico e cultural — que nos permita viver bem dentro dos limites do Planeta;
  • Tornar a Economia Circular: acelerar a transição de uma economia linear, assente na extração, transformação, utilização e rejeição, para uma economia regenerativa de recursos, com o objetivo de reter tanto valor quanto possível de produtos, peças e materiais.

Tipologias abrangidas:

  • Participação ativa do público (e.g., atividades de educação-ação, concursos de ideias);
  • Efeito multiplicador (e.g., formação e capacitação que potenciem a disseminação do conhecimento);
  • Sensibilização ambiental (por exemplo, campanhas de comunicação, anúncios publicitários, plataformas digitais);
  • Participação passiva do público (e.g., exposições, materiais didáticos, guias práticos digitais, planos de sustentabilidade, conferências/seminários).

 

Para maior detalhe poderá ser consultado o documento auxiliar: http://www.fundoambiental.pt/avisos-2018/educacao-ambiental-mais-sustentavel/promover-o-uso-eficiente-da-agua.aspx

 

A AdEPorto está disponível para prestar serviços de preparação de candidaturas, pelo que ficamos à disposição para qualquer esclarecimento.

2018-03-28

AdEPorto © 2013 Agência de Energia do Porto Produced by 4Best RSS